fbpx

A Morte do Ego

A iluminação é a morte do ego?

Em minha definição, o ego é aquela parte de nosso ser que se preocupa com a sobrevivência, incluindo suas contrapartidas nas facetas emocional e mental da personalidade, portanto, ele tem naturalmente um mecanismo de cautela ou medo embutido nele. 

Uma parte significativa do ego é legítima. O ego se torna programado para se defender. Quando isso é aplicado às exigências normais da vida, isso é totalmente válido. Precisamos de dinheiro, saúde, proteção e reputação para funcionar decentemente na vida.

Então, sob essa perspectiva, por que alguém desejaria que o ego morresse?

A resposta curta é não, não existe morte do ego em relação à Iluminação. Esta é uma invenção baseada em algum ideal de iluminação, não baseada em iluminação real. É uma fantasia estimulada pelo desejo de eliminar o que não nos agrada ou o que nos causa problemas. 

Muitas pessoas têm uma resposta demasiado emocional ou demasiado moral ao próprio ego e depois criam algum tipo de inimigo para desprezar, denegrir, lutar contra e, por fim, matar. Isso é o próprio ego que se impinge no trabalho espiritual ou psicológico. Não é uma forma saudável ou madura de pensar ou lidar com o ego. É tirania.

No processo de aprendizagem para sobreviver o ego geralmente não recebe educação apropriada e o medo se torna exagerado por um processo mental de imaginação e crença, geralmente baseado em experiências passadas de transgressão, agressão ou violência em vários níveis que lhe foram infligidas.

Um dos desafios do trabalho psicológico é discernir o que é válido e o que está exagerado no ego, e então talvez fazer alguns ajustes em nossa educação interior. 

Essa educação vem de professores, de terapeutas, pais, amigos, colegas. Mas as transgressões e a ignorância também podem vir dessas mesmas pessoas, especialmente quando somos crianças, mas isso pode acontecer quando somos adultos também.

Portanto, a educação adequada do ego é geralmente realizada mais tarde na vida quando nós, como adultos maduros, nos ensinamos com base na conscientização e na consciência moral. Talvez com a ajuda de um professor, terapeuta ou amigos. Entretanto, na grande maioria das pessoas, esta educação nunca é concluída.

O ego não precisa morrer ou ser eliminado. O ego precisa de compreensão, compaixão e educação.


fish-red