fbpx

Um Estado Passageiro

Como você sabe que o estado da nossa Natureza Essencial que voçê vivencia não é um estado passageiro?

Porque a própria natureza do Estado Essencial gera a convicção sem esforço de que não há quem vivencie ou possa vivenciá-lo. E porque não são dois, não há o oposto. Portanto, não há passagem, assim como não há uma vinda. É e Isso é Tudo o que É.

Essa convicção surge com a remoção da crença errada em ser uma entidade separada. Até então, tendemos a pensar no nosso Estado Essencial como alguém vivenciando-“o”, o que significa que a crença na separação está em vigor. Essa não é uma crença verdadeira, ela foi aprendida pela imitação, condicionamento e falta de autoconsciência desde o início da vida.

Nothing Wrong Anymore - non-duality Advaita pointers